Skip to content

Tudo sobre Pug

Tudo sobre Pug

Carinhosos, simpáticos e com muita personalidade, os cães da raça Pug são amados e admirados por tutores do mundo inteiro.

Originários da China, eles são pequeninos, robustos, tem o focinho achatado e as pernas curtas, o que lhes dá um jeito todo atrapalhado de ser que encanta qualquer um!

São considerados excelentes cães de companhia já que são muito apegados ao dono e não gostam de ficar sozinhos.

Tranquilos e extremamente sociáveis, os pugs são companheiros amáveis! Dóceis, eles se relacionam bem tanto com pessoas como com outros animais.

Por se adaptar bem à vida dentro de casa e não necessitar de muito espaço, esses amiguinhos peludos são uma ótima opção para quem mora em apartamento e para famílias com crianças, já que possui uma ótima relação com elas.

Quer saber mais sobre esse simpático cãozinho? Então fique ligado neste artigo e saiba Tudo Sobre Pug!

A Origem do Pug

Como dissemos no início deste artigo, o pug é originário da China, mas a sua história é muito mais antiga do que você imagina!

Os primeiros registros são da China Antiga, onde em 700 a.C. já haviam escritos dos chamados “cães de boca curta”, que seriam possíveis precursores da raça.

Mas apesar de ter sua origem na China, foi na Europa que os pugs ganharam popularidade, fazendo parte da realeza e sendo imortalizados em obras de arte.

Durante a história, a raça vivenciou o surgimento de diferentes linhagens e cruzamentos, o que resultou nas características fenotípicas atuais do pug.

Quer conhecer esta história completa? Dá uma olhada nos artigos a seguir!

Características do pug

Os cães da raça pug possuem características bem marcantes e definidas. É bem fácil distinguir um cãozinho dessa raça em um aglomerado de cachorros.

De corpo pequeno e forte, ele tem aparência quadrada e musculosa.

Sua característica mais marcante é a cabeça grande, redonda e enrugada, com o famoso “focinho achatado”, típico de cães braquicefálicos. Seus olhos são redondos, escuros e bem expressivos. As orelhas devem ser pretas e bem ajustadas à cabeça.

Outro ponto característico no nosso amigo é a sua cauda enrolada, muito apreciada em exibições e exposições caninas.

Os cãezinhos da raça pug apresentam basicamente duas variações de cores: fulvo (que pode ter diferentes tonalidades) e preto. No entanto, outras variações podem surgir.

Essa raça é enquadrada no grupo 9 de classificação canina, que é o grupo dos cães de companhia ou toys.

Quer conhecer melhor as características físicas dos pugs? Leia os artigos abaixo que abordam o tema com mais profundidade.

Infográfico características do pug

Comportamento: temperamento e personalidade do pug

A personalidade dos pugs reflete exatamente a sua aparência: doce e amigável.

São cães companheiros, fiéis aos seus donos, ótimos amigos de crianças e idosos e são carinhosos com todos. Por isso, não gostam de ficar sozinhos.

É muito fácil conquistar e ser conquistado por um pug, pois eles são sociáveis tanto com humanos como com outros animais.

Por conta da sua estrutura física, ele não é um cão hiperativo ou que possui muita energia, principalmente depois de adulto. Isso significa que o pug é um cãozinho que não necessita de muita atividade física.

Quanto à Inteligência ao adestramento e obediência a comandos, o pug ocupa a 53ª posição no livro A Inteligência dos Cães, de Stanley Coren.

Não espere que seu cãozinho dê muito alerta ou sinal dentro de casa, como fazem os cães de guarda ou cães de alarme, pois os pugs latem apenas o necessário. 

Para quem gosta de silêncio e quietude, eis o companheiro perfeito!

Veja mais alguns artigos relacionados ao temperamento e personalidade dos pugs e entenda melhor o seu comportamento.

Infográfico: personalidade do pug

Alimentação do pug

Se tem uma coisa que nossos amigos pugs amam é comida! Não é à toa que estes danadinhos tem uma tendência à gula e ao sobrepeso.

Como um bom tutor, é necessário oferecer ao seu pug uma alimentação balanceada e que forneça todos os nutrientes que ele necessita para crescer forte e saudável e viver por muitos e muitos anos.

Além disso, também é preciso saber controlar a quantidade de comida e petiscos para que eles não fiquem gordinhos demais, pois o sobrepeso traz diversos problemas de saúde para o pug.

Parece uma missão impossível? Veja nossos artigos sobre alimentação e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Saúde do Pug

Quando o assunto é saúde, os cães da raça pug costumam apresentar alguns problemas relacionados à sua anatomia, que infelizmente, não favorece a saúde do nosso amigo.

Para começar, os pugs são cachorros braquicefálicos, ou seja, possuem o focinho “amassado”. Essa característica favorece problemas respiratórios e dificulta a troca de calor com o ambiente, tornando esses fofuchos muito sensíveis ao calor.

Outra característica do pug que necessita de uma atenção especial são as ruguinhas da sua pele. Essas dobrinhas propiciam a proliferação de fungos e bactérias, tornando o pug mais propenso a desenvolver dermatites alérgicas.

Muitos tutores não conhecem essa propensão dos pugs a estes (e outros) problemas de saúde e só descobrem depois de comprar ou adotar um cãozinho.

Como informação é essencial no cuidado do seu pug, veja a seguir nossos artigos sobre os principais problemas de saúde comuns nos cãezinhos desta raça e aprenda a prevenir, cuidar e tratar do seu amigo de quatro patas. Confira!

Cuidados com pug

Já deu para perceber que a raça pug possui uma fragilidade na saúde decorrente da sua estrutura anatômica, certo?

Na prática, isso significa que estes cães exigem alguns cuidados específicos para a manutenção de sua saúde.

São cuidados com a alimentação, higiene e hábitos que, se forem praticados, podem contribuir para a longevidade do seu pug e mais, com a promoção de uma vida com mais felicidade e alegria.

Quer conhecer alguns destes cuidados?

Infográfico: cuidado com pug

Um exemplo é o cuidado e controle da qualidade e quantidade de alimento oferecido ao seu amigo. Além de terem uma propensão ao sobrepeso, estes cães também são bem alérgicos e podem desenvolver alergias por causa de componentes químicos contidos em rações de baixa qualidade.

Outro cuidado importante é com a higiene dos pugs. Além do banho e da escovação, também é necessário fazer uma higienização especial nas rugas ou dobras presentes na pele do pug, para impedir que se desenvolvam lesões e dermatites alérgicas.

Olhos e ouvidos também necessitam de limpeza especial, caso contrário a sujeira e exposição a agentes externos podem causar infecções.

Além disso, estes cãezinhos têm baixa tolerância ao calor, o que exige alguns cuidados quanto ao ambiente em que vivem e a alguns hábitos, como o horário dos passeios, por exemplo.

Ufa! Quanta coisa! Quer saber mais sobre o assunto? Veja nossos artigos e aprenda como cuidar de um pug!

Curiosidades sobre pugs

Já deu para sacar que os pugs são todos especiais, né?

As peculiaridades deste cãozinho vão desde as suas características físicas até a personalidade cheia de manias.

Não é de se espantar que estes cãezinhos tenham se destacado durante a história, colecionem aparições em filmes e novelas e sejam inspiração de todo tipo de arte, desde pinturas antigas até tatuagens!

Dá só uma olhada nos artigos que contam algumas curiosidades sobre pug!

Pug: ter ou não ter, eis a questão. Vantagens x desvantagens!

Pug com cara de pidão

Ter um pet em casa é muito bom e as vantagens sempre serão maiores do que as desvantagens.

No entanto, é preciso levar em consideração que um animal de estimação precisa de atenção e cuidados específicos.

Por isso, antes de pensar em ter um pug, é preciso refletir sobre a sua disponibilidade e tempo para atender todas as necessidades que este cãozinho precisa.

Para te ajudar a colocar tudo na balança, vamos elencar as vantagens e desvantagens de ter um pug na sua vida.

Vantagens

  • São cães quietos – latem pouco;
  • São sociáveis com outros animais;
  • Gostam de crianças e idosos;
  • São companheiros;
  • Não precisam de muito exercício;
  • Adaptam-se bem a locais pequenos e apartamentos.

Desvantagens

  • São sensíveis ao calor;
  • Soltam muito pelo;
  • Possuem pré-disposição à obesidade;
  • Possuem pré-disposição a dermatites alérgicas;
  • Exigem muitos cuidados no que se refere à higiene e saúde;
  • Não são cães de aventura ou atletas, pois, têm pouca energia e resistência física.

Se você chegou à conclusão de que um pug será bem-vindo na sua vida neste momento, é muito importante tomar alguns cuidados antes de adquirir o seu.

Certifique-se sobre as condições do canil de origem do seu filhote, peça para conhecer os pais da ninhada e a comprovação de pureza e pedrigree.

Assim, você evita o financiamento de canis clandestinos e a procriação de cães misturados e que futuramente possam apresentar problemas de saúde.

Agora, para te incentivar ainda mais a dar todo o amor e carinho para um pug, dá uma olhada na nossa galeria de fotos com as imagens mais fofas dos nossos amigos pugs!

Fotos de pug: deu bug no pug!