Skip to content

Cuidados

Cuidados com pug: cão sendo massageado

Como dissemos em nosso artigo sobre a saúde do pug, esses cães são propensos a desenvolver algumas doenças. Por isso, os cuidados com pug são tão específicos e importantes para o bem-estar destes cães.

Assim, se você tem ou está interessado em adquirir um peludinho desta raça, precisa conhecer bem os cuidados com pug, a fim de prevenir problemas de saúde e proporcionar mais qualidade de vida para o seu cãozinho.

Veja a seguir os principais cuidados que você deve ter com o seu pug. Confira!

Cuidados com a alimentação

Como já citamos neste blog, os pugs tem tendência à obesidade e à alergias.

Portanto, estes cães necessitam de cuidados no que se refere à qualidade e quantidade de alimento que ingerem.

Os pugs devem ser alimentados com rações de boa qualidade, preferencialmente das linhas Premium e Super Premium.

Pug com ração

Essas linhas garantem todos os nutrientes que o seu pug necessita para uma vida longa e saudável. Além disso, existem versões light, com baixo valor calórico e que podem ser uma excelente opção para manter o seu pug no peso ideal.

Caso você opte pela alimentação natural para pugs, é essencial que a dieta seja elaborada por um nutricionista veterinário, que calculará a quantidade de ingestão de calorias ideal para o seu pug de acordo com a saúde e estilo de vida do seu amigo.

Além disso, é muito importante manter regras de quantidade e horário na alimentação do seu pug e também controlar a quantidade de petiscos.

E por falar em petiscos: doces, alimentos gordurosos e condimentados são proibidos para o seu pug, ok?

Cuidados com a temperatura

pug deitado na frente do ventilador

Pugs são cães sensíveis às mudanças bruscas de temperatura e são especialmente suscetíveis ao calor.

Por serem cachorros braquicefálicos – possuem focinho achatado – eles têm dificuldade para respirar e, consequentemente, para dissipar calor com o ambiente.

Isso faz com que estes cães tenham dificuldade em regular a sua temperatura corporal, podendo chegar à hipertermia (superaquecimento corporal) e que pode ser fatal.

Por não lidarem bem com o calor, os cuidados com pug no verão devem ser redobrados.

Nunca saia para passear com seu cachorro em dias e horários muitos quentes. Além disso, lembre-se que o pug é um cão de companhia e que deve ficar dentro de casa, nunca em áreas externas, como o quintal, por exemplo.

Aliás, no verão, é recomendável o uso do ar condicionado para manter a temperatura do ambiente em cerca de 25ºC, para maior conforto e segurança do seu pug.

Cuidados com o pelo

pug sendo escovado

Os pugs possuem pelo curto, por isso, não há necessidade de tosa.

No entanto, esses cãezinhos soltam muito pelo, muito mesmo! Em especial em períodos de troca de pelagem, durante os meses de outono e primavera.

Por isso, um dos principais cuidados com pug é manter escovações diárias para a remoção dos pelos mortos. Assim, você evita que os pelos caiam pela casa, mantendo o ambiente mais limpo.

Além disso, as escovações são uma boa oportunidade para observar a presença de parasitas como pulgas e carrapatos, que podem causar incômodos e dermatites.

E vale lembrar que os pugs já tem uma tendência a apresentar doenças de pele, por isso, a busca por estes parasitas e o controle com antipulgas é essencial para a manutenção da saúde destes cães.

Cuidados com a pele

Os pugs são cães propensos a alergias, em especial as de pele, chamadas dermatites alérgicas.

Isso ocorre principalmente pela presença de rugas e dobrinhas na pele destes fofuchos, que favorecem a proliferação de fungos e bactérias.

Para evitar que isso aconteça, além dos banhos, é necessário realizar a higienização frequente das rugas com soro fisiológico ou produtos específicos e indicados pelo seu veterinário, pois o acúmulo de sujeira nesta região pode gerar infecções e processos alérgicos.

Também é muito importante secar bem a parte interna destas dobrinhas, pois se a região ficar úmida, podem ocorrer assaduras e a proliferação de fungos que causam a dermatite alérgica.

Cuidado com os olhos

cuidados com pug: pug com óculos

Os pugs tem os olhos saltados e isso faz com que estes cãezinhos tenham uma pré-disposição a desenvolver doenças oculares.

Por serem grandes e saltados para fora, os olhos do pug ficam mais expostos a agentes externos, como poluição, sujeiras, microrganismos, entre outros, o que pode causar vermelhidão, lacrimejamento e infecções.

Por isso, um dos cuidados com pug é a limpeza regular da área dos olhos com soro fisiológico.

E ao realizar a limpeza, é importante secar bem a região a fim de evitar que o soro escorra e entre nas dobrinhas da pele do focinho do pug, deixando a região úmida e favorecendo o aparecimento de alergias.

Aproveite também para observar se não há lesões nos olhos do seu cãozinho.

Estes são alguns dos cuidados com pug que podem contribuir para uma vida mais saudável, feliz e longa para o seu amigo.

Por ser uma raça cheia de peculiaridades, manter a regularidade destes cuidados específicos trará mais qualidade de vida e bem-estar para o seu pug.

Quer saber como cuidar de um pug? Veja os artigos a seguir e aprenda a cuidar do seu amigo!