Skip to content

Como cuidar do pelo do seu Pug

04/10/2019
dicas de como cuidar do pelo do pug
dicas de como cuidar do pelo do pug

Os pugs são animais extremamente fofinhos e carinhosos, não é mesmo? Mas muita gente fica assustada ao perceber a quantidade de pelo que este cachorrinho solta.

Mas não precisa se preocupar e nem levar o seu pet no hospital veterinário por conta disso.

Trata-se de uma situação extremamente normal e que acontece com todos os cães desta raça.

Entretanto, para que você possa compreender melhor, que tal explicarmos o motivo por trás dessa constante troca de pelos. Acompanhe:

Pug solta muito pelo? Entenda o motivo

Para começar, é interessante que você saiba que, seja um pug bebê ou adulto, ele soltará um montante muito grande de pelos por sua casa.

Mas na verdade todos os cães de pelagem curta fazem isso. Trata-se de uma troca de pelos, realizada pelo menos 2 vezes ao ano.

Entretanto, em alguns pugs ela pode acontecer com maior frequência, fazendo com que seus donos fiquem loucos aspirando as penugens espalhadas pelo chão e móveis.

Mas, o momento em que o processo se intensifica realmente é na transição da primavera para o verão.

Assim, quando chega esta época do ano é bom você se preparar pois uma avalanche de pelos está por vir.

Além disso, existem casos específicos entre os pugs que promovem a troca de pelo. Por exemplo, quando a fêmea dá a luz, é comum que ela solte muitos pelos.

E não precisa se desesperar, apesar de ser um período relativamente longo, e troca costuma acabar após 3 meses.

Você deve estar se perguntando: Mas e os cães de pelo longo? Bom, estes também realizam trocas constantes, mas elas ocorrem de maneira similar a dos nossos cabelos, assim vão caindo aos poucos não sendo tão notáveis.

Como evitar a queda de pelo?

Existem diversas maneiras de melhorar o problema da queda de pelos de seu pug. Assim, resolvemos elaborar uma pequena lista para explicá-las. Acompanhe:

  1. Alimentação- Para melhorar a questão da queda de pelos de seu animalzinho, é essencial se atentar a alimentação dele. Você deve consultar o seu veterinário de confiança e pedir uma recomendação de ração para que os pelos do pet cresçam fortes, brilhantes e caiam com menor frequência;
  2. Escovação- Outro fator importante para solucionar o problema é a realização da escovação com frequência. Assim, o recomendado é escovar os pelos do animal todos os dias. Isso ajuda a soltar uma boa parte deles e impede que eles sejam depositados no chão ou em seu móveis;
  3. Vitaminas- Fornecer vitaminas para o pet também é uma excelente alternativa. O recomendado é adicionar ômega três a ração do bichinho. Dessa forma, além de auxiliar no combate a queda, os pelos ainda nasceram fortes e brilhantes;
  4. Hidratação- A hidratação é outro fator de extrema importância. Logo, é bom que você sempre forneça água fresca para seu pug. Assim, os pelos ficam mais hidratados e tendem a cair menos. Quando está muito calor, é possível até mesmo disponibilizar um suco de frutas (entre aquelas permitidas) para o animal;
  5. Banho- Dar banho toda semana não faz bem para a pele dos nosso pugs. Isso porque a prática tira a óleo natural da pele deles, deixa-a menos hidratada e pode causar alergias ou até mesmo problemas de pele. Em dias mais quentes seque bastante com a toalha e use secador mais frio. Isso também ajuda a diminuir a queda.

Ainda é importante lembrar que, apesar de ser uma questão natural, existem casos onde a queda desgovernada de pelos pode indicar alguma alteração na saúde do animal.

Assim, caso você note falhas ou pontos específicos sem pelo, o melhor é consultar um veterinário de confiança para averiguar a situação.

Ir para o topo