fbpx Skip to content

Chocolate faz mal para cachorro? Entenda por que você NÃO deve dar chocolate para o seu pug!

16/04/2019
Chocolate faz mal para cachorro: pug com ovos de páscoa

Com a chegada da Páscoa o chocolate invade os lares brasileiros e ninguém consegue resistir a essa guloseima, inclusive nossos pugs. Mas será que eles podem experimentar um pedacinho? Ou chocolate faz mal para cachorro?

Apesar dos pugs olharem com aquela cara irresistível de pidão, ceder à chantagem emocional e dar um pedaço do seu chocolate para ele pode trazer muitos prejuízos à saúde do seu amigo, podendo inclusive ser letal.

Entenda melhor porque você não pode dar chocolate para o seu cachorro neste artigo. Confira!

Afinal, chocolate faz mal para cachorro?

Chocolate faz mal para cachorro: Pug abraçando ovos de pascoa

A resposta é simples e direta: SIM. Você não pode dar chocolate para cachorro. Entenda o motivo a seguir.

O chocolate é produzido a partir de sementes fermentadas e torradas do cacau, que possuem substâncias que são facilmente digeridas pelos seres humanos, mas não pelos pets, que possuem dificuldade para metaboliza-las.

A principal vilã do chocolate para cachorro é uma substância chamada teobromina, presente no cacau e que não é absorvida e eliminada do organismo dos pets com a rapidez necessária, causando uma forte intoxicação, podendo ser fatal.

A quantidade de teobromina presente varia de acordo com o tipo de chocolate. Quanto mais escuro o doce, maior a concentração da substância. Mas isso não quer dizer que o chocolate branco está isento de teobromina. Portanto, nenhum tipo de chocolate deve ser oferecido ao seu pug.

A dose de teobromina considerada letal para um cachorro gira em torno de 250 a 500mg/kg de peso corporal. Cães de pequeno porte, como os nossos pugs, acabam sendo os mais afetados, pois uma pequena quantidade de chocolate pode causar sintomas graves, graças ao baixo peso destes pets.

Sintomas de intoxicação por chocolate

pug com cara de triste

O chocolate faz mal para cachorro e é capaz de fazer uma verdadeiro estrago na saúde do seu pug.

Se a ingestão do doce for pequena, ele pode levar o cão ao vômito, mas se a quantidade ingerida for maior a intoxicação por teobromina pode causar:

  • Hiperatividade e excitação desmedida;
  • Respiração ofegante;
  • Crises alérgicas;
  • Febre;
  • Diarreia e hemorragia intestinal;
  • Movimentos descoordenados;
  • Tremores musculares;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Taquicardia e arritmia;
  • Convulsões.

Vale lembrar que dependendo da quantidade de chocolate ingerida, peso corporal do animal e grau de sensibilidade à teobromina, o cachorro pode entrar em coma e vir à óbito.

O que fazer se seu pug comer chocolate?

Pug no veterinário

Os sintomas podem ocorrer de 6 a 12 horas após a ingestão do chocolate.

Se o seu pug apresentar algum dos sintomas descritos acima ou você descobrir que ele ingeriu chocolate acidentalmente, leve-o imediatamente ao veterinário.

Quanto antes o seu cãozinho for atendido por um profissional, maior a chance de reverter uma possível intoxicação e de evitar complicações que possam ser fatais.

Infelizmente, não existe um antídoto ou remédio para intoxicação por teobromina e o tratamento visa controlar as reações e sintomas.

Se o pug tiver ingerido o chocolate recentemente (em até 3 horas), o veterinário pode tentar induzir o vômito. Carvão ativado para reduzir a absorção de substâncias tóxicas também pode ser uma opção. Outra saída é realizar uma lavagem gástrica. Para evitar a desidratação, o soro na veia também pode ser ministrado.

A meia-vida da teobromina no organismo dos cães é de 17 horas. No entanto, ela pode demorar 24 horas ou mais para ser totalmente eliminada.

Cuidados especiais na Páscoa

pug fantasiado de coelho da páscoa

Chocolate é uma delícia e está presente na casa da maioria das pessoas durante o ano todo. Mas é indiscutível que na Páscoa esse doce vira a atração do momento.

Assim, é muito importante que todas as pessoas da sua família ou que visitem a sua casa saibam que chocolate faz mal para cachorro e que não deve ser oferecido para o seu pug de nenhuma forma. Lembre-se de conscientizar também as crianças.

Também é importante não deixar chocolate em locais que seu pet tem acesso. Se você tem um pug que adora roubar comida, cuidado redobrado!

Se você quer curtir a Páscoa com o seu pug, saiba que já existe no mercado pet petiscos feitos de alfarroba que imitam chocolate e passam bem longe do açúcar, do cacau e claro, da teobromina, ou seja, não é prejudicial para o seu pug.

Caso opte por dar estes petiscos de chocolate para cachorro como mimos de Páscoa para o seu amigo, lembre-se de oferecer com moderação, pois pugs são cães que tem uma tendência à obesidade.

Quer ver saber mais sobre a dieta dos pugs? Veja a nossa página de alimentação para pugs!

Ir para o topo